O seguro de cargas é uma modalidade de seguro que garante que a empresa contratante indenizará os danos causados ​​às mercadorias importadas e exportadas por via férrea, terrestre, aérea ou marítima (nacional ou internacional). Para garantir a proteção das empresas que se dedicam ao transporte de mercadorias e mercadorias, a celebração de contratos desta natureza é um dos elementos mais importantes na gestão do risco. Vale ressaltar que os termos “seguro de transporte” e “seguro de transporte de carga” também se referem ao mesmo tipo de seguro.

Quais são os benefícios do seguro de transporte de carga?

Nesse caso, o seguro de cargas traz uma série de benefícios ao segurado. Um dos maiores benefícios de contratá-lo é que os prejuízos são pagos sem dúvida, o que pode reduzir ou até eliminar todos os prejuízos em caso de sinistro. No entanto, a conformidade com os requisitos legais também deve ser considerada. De acordo com o Boletim da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nº 001/2018 de 16 de janeiro de 2018, “A RCTR deve abranger todos os negócios que prestem serviços de transporte prestados por qualquer modalidade de seguro C de empresa de transporte rodoviário remunerado”. Além disso, como veremos a seguir, existem benefícios mais específicos com base nas coberturas contratadas.

Qual é a importância da gestão de risco no transporte?

As atividades de transporte de cargas são complexas e envolvem uma série de riscos operacionais. Isso inclui perda, dano, roubo e furto de mercadorias e até mesmo acidentes. Portanto, os gestores precisam desenvolver estratégias preventivas que garantam a segurança das ações e dos profissionais envolvidos. Gestão de risco é o nome deste conjunto de medidas preventivas tomadas pela empresa com o objetivo de reduzir os riscos inerentes às atividades. Portanto, é uma forma de gestão inteligente que visa evitar ou mitigar perdas. Nessas ações, por exemplo, são utilizados equipamentos de proteção e rastreamento de mercadorias e veículos, cadastro e consulta de motoristas para conhecer seu histórico, etc. Além disso, o segurador de carga na apólice de seguro de carga do contrato pode precisar tomar algumas medidas de gerenciamento de risco.

Quais as principais ocorrências de sinistros no transporte de cargas?

No entanto, a maioria das reclamações neste setor está relacionada a outros tipos de danos à carga causados ​​por acidentes ou improbidade ou negligência. Esses danos são geralmente causados ​​por queda, colisão, dano, tombamento, molhamento, incêndio ou perda durante o carregamento ou transporte. Além disso, existem outros tipos de incidentes, especialmente incidentes relacionados a um ou outro meio de transporte, como encalhes durante viagens marítimas, naufrágios e inundações.

O seguro de transporte de carga é obrigatório?

Sim, todo transporte rodoviário de cargas dentro do território nacional é obrigatório. Além disso, as leis que regem essas operações envolvem tanto o transportador quanto o remetente. Portanto, qualquer pessoa que atue na área deve estar ciente de que de acordo com o artigo 20 do Decreto nº 73/1966 e o ​​artigo 10 do Decreto nº 61.867 / 1967, o Seguro de Responsabilidade Civil da Empresa de Carga Rodoviária (RCTR-C) – Transportadora – E seguradora nacional de transporte. Portanto, se sua empresa não implementou uma apólice de seguro obrigatória, é recomendável entrar em contato com um corretor de seguros imediatamente. As entidades que infringirem a lei não podem renovar o cadastro na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e podem ser multadas.