Ministério da Fazenda mantém monopólio da Seguradora Líder, mas reduz em até 79% o valor cobrado pelo seguro DPVAT

 


 

O CNSP – Conselho Nacional de Seguros Privado, aprovou no dia 13 de Dezembro de 2018, a redução no valor do seguro DPVAT. Este seguro é pago, obrigatoriamente, pelos proprietários de veículos em todo território brasileiro.

O CNSP, que é parte do Ministério da Fazenda, em nota, relatou que a redução seria resultado dos combates às fraudes realizados pela Seguradora Líder.  Contudo, contrariando essa afirmação, a redução só está ocorrendo devido as ações da Polícia Federal, realizadas através da Operação Tempo de Despertar, que veio a tona em 2015, quando foi revelado que a própria Líder estava envolvida em um grande esquema de corrupção.

CONFIRA: G1 – Operação da PF combate fraudes no seguro DPVAT
 


 
A nova tabela apresenta reduções de até 79% no valor do seguro obrigatório de acordo com a categoria do veículo.

Para os proprietários de automóveis particulares, o seguro passou de R$ 41,40 para R$ 12,00; redução de 79%. Os proprietários de motocicletas e motonetas, caiu de R$ 180,00 para R$ 80,00, queda de 56%. Apesar das motocicletas representarem apenas 27% da frota nacional, a categoria obteve um reajuste menos expressivo, uma vez que concentram cerca de 74% do número das indenizações.

A partir de agora – 2019, as reduções já começam a valer.

Confira os novos valores para o seguro obrigatório DPVAT:

tabela seguro obrigatório dpvat